“Contos Ilustrados…”

“…de manhã para a noite, sorrisos…”

Leia e Sinta! ❤️

A Flor e seus Fantasmas!

Leia e Sinta! ❤️

“Livre para Viajar…”

“Está dentro da cabeça, debaixo de um chapéu, qualquer um, a viagem está livre ali…”

Leia e Sinta! ❤️
Leia e Sinta! ❤️

Todos os Encontros São Lendas…

Leia e Sinta! ❤️

Motores…

Leia e Sinta! ❤️

Inspiração e Rabisqueiras!

Está no papel, em um caderno estiloso desses com as páginas amarelas e uma fita de cetim para marcar… cada vez que passa um traço, cada vez que solta a mão, o que importa, desenha, rabisca, seu estilo, feito com coração… “não é um artista de alma?!” Seria essa a questão; e quando se faz o que gosta, solta tudo o que sente, libera os músculos e o sorriso, olhos cintilam e os movimentos, dançam com o lápis na mão…

Leia e Sinta! ❤️
Leia e Sinta! ❤️
Leis e Sinta! ❤️
Leia e Sinta! ❤️

Ao Bukowski Sem Carinho!

eu prefiro a sinceridade nua e rasgada, a porrada na cara de um não bem dado do que um sim fingido que dura um tempo pela sordidez humana… é para que? A porra do ego? Que se foda, mó preguiça sabe…

e aguentar gente fingindo por que não dá conta de sair da tal “criação”, e pagam horrores para terapeutas holísticos “salvarem” seus filhos da iluminação… é uma merda…

Por que saber a verdade da sua própria verdade, a sua escolha sendo sua e nua é crua, rasgada das entranhas daquilo que se puxa lá do infinito adentro, você pratica o que você fala?!

Tá se entendendo e praticando o respeito, e aquele que se diz legal e fica por que ouve Caetano Veloso e come sanduíche vegano de espinafre com ricota… “oi… não consigo entender, não mesmo… conversa franca na cara, olhos estrabiscos em olhos certos, quem disse?!”

Concordar que Bukowski era foda por que era sincero é muito pouco, chega a ser raso demais para alguém que não tinha vergonha nenhuma de se mostrar um puta escroto de merda, simples assim…

E o corretor tentando me corrigir ahahahahahaha 😆✌️

Em Toda Beleza…

Em um outro tempo e momento, sentido e razão de um entendimento de existência, primeiro houve o som, e era um diálogo mais ou menos assim…

cara! tudo bem que você criou essa coisa toda que está por aí tomando conta de nossas visões, e a galera tá de boa com isso… e beleza, você é uma puta artista, sabemos disso, fodona mesmo, e sabíamos que iria criar algo incrível! tudo bem que o nome é estranho, “Universos” né… por que precisava criar mais de um, que se interagissem entre si, enfim…

De qualquer forma amiga, as cores estão incríveis também, esses sons todos que podemos ouvir brilhantemente… e os pulsares de energia, uau que coisa magnífica de se ver acontecendo hein… você estava muito inspirada mesmo!

Mas miga, posso te falar uma coisa numa boa… assim, não quero te chatear não, e a criação é sua, tá lindona e tudo mais, eu tô gostando bastante, juro! mas…

precisava criar aquelas criaturinhas que ficam para lá e para cá fedendo aquele pobre planetinha azulado?

Estilos…

A mudança não gera incomodo… se pararmos para pensar, todo os dias, existe algum tipo de mudança, mesmo que sutil, sem que percebamos o que aconteceu, e é na escolha, quando decide fazer um outro caminho diferente daquele habitual… essa permissão faz com que possamos conhecer lugares inusitados e pessoas surrealistas, e vai do nosso entendimento e abertura para saber se aquilo nos fez bem… no meu caso, sempre faz, afinal, a tal zona de conforto que as pessoas falam pra gente sair (eu também acreditava nisso), é a mesma que estamos o tempo inteiro buscando, quando falamos sobre qualidade de vida…

Leia e Sinta! ❤️

Viver

%d blogueiros gostam disto: