Solte A Criança Interior!

Leia e Sinta! ❤️

Ao Bukowski Sem Carinho!

eu prefiro a sinceridade nua e rasgada, a porrada na cara de um não bem dado do que um sim fingido que dura um tempo pela sordidez humana… é para que? A porra do ego? Que se foda, mó preguiça sabe…

e aguentar gente fingindo por que não dá conta de sair da tal “criação”, e pagam horrores para terapeutas holísticos “salvarem” seus filhos da iluminação… é uma merda…

Por que saber a verdade da sua própria verdade, a sua escolha sendo sua e nua é crua, rasgada das entranhas daquilo que se puxa lá do infinito adentro, você pratica o que você fala?!

Tá se entendendo e praticando o respeito, e aquele que se diz legal e fica por que ouve Caetano Veloso e come sanduíche vegano de espinafre com ricota… “oi… não consigo entender, não mesmo… conversa franca na cara, olhos estrabiscos em olhos certos, quem disse?!”

Concordar que Bukowski era foda por que era sincero é muito pouco, chega a ser raso demais para alguém que não tinha vergonha nenhuma de se mostrar um puta escroto de merda, simples assim…

E o corretor tentando me corrigir ahahahahahaha 😆✌️

Estilos…

A mudança não gera incomodo… se pararmos para pensar, todo os dias, existe algum tipo de mudança, mesmo que sutil, sem que percebamos o que aconteceu, e é na escolha, quando decide fazer um outro caminho diferente daquele habitual… essa permissão faz com que possamos conhecer lugares inusitados e pessoas surrealistas, e vai do nosso entendimento e abertura para saber se aquilo nos fez bem… no meu caso, sempre faz, afinal, a tal zona de conforto que as pessoas falam pra gente sair (eu também acreditava nisso), é a mesma que estamos o tempo inteiro buscando, quando falamos sobre qualidade de vida…

Leia e Sinta! ❤️

Viver

Contos Ilustrados

Leia e Sinta!❤

Cumprindo Metas!

Coloca uma meta e cumpra… o prazer é tão intenso e surreal quanto um orgasmo em uma transa bem dada, quanto subir em um morro enorme e pular naquela água cristalina, é sim, a mesma sensação…

Coloca uma meta e cumpra… respeite seus desejos, entenda seus limites, imponha sua responsabilidade para si mesmo, e vá ser feliz…

Coloca uma meta e cumpra… por mais simples que seja, por mais fácil que deseja, por mais maluca que possa parecer, por mais impossível, pois o impossível só existe para os que não tentam…

Coloca uma meta e cumpra… satisfaça-se e devagarinho, coloque mais uma, e mais uma, e outra, e outra, todas com calma, todas com carinho e amor, todas com responsabilidade e limite pra se fazer…

Feliz… coloca uma meta e cumpra… uma só vida para sermos felizes! 🙏😉

Um sentido, por favor…

Leia e Sinta! ❤

Em um Lugar de História e Traição…

Os holandeses vieram e trocavam suas “coisas” pelo ouro com os Potiguaras… era óbvio, havia enganação também, mas era consensual, os indígenas topavam…

Os portugueses vieram e quiseram somente estuprar, matar, invadir como bem fizeram em vários outros lugares pelo Brasil, com a desculpa da religião e da civilização para dominar os índios…

Os potiguaras prepararam então uma armadilha… alguns índios e índias se colocaram na praia, pelados e rebolosos, chamando a atenção dos navios portugueses… “não teremos dó, os portugueses só vieram trazer maldade para nós, como os espanhóis fizeram com nossos irmãos pelo continente”…

Ao verem os indígenas nus e dançando pela praia, eles pularam em seus barcos e foram de encontro aos que eles julgavam primitivos… os Potiguaras surgiram de todos os lados e não se sabe se eles eram ou não, canibais, porém não sobrou um maldito português pra contar a história…

Ao voltarem para continuar a invasão do Brasil, os portugueses só perguntavam onde iriam atracar seus navios, temerosos pela lenda da baía…

Essa era a história contada e então os portugueses evitavam aquele lugar… “não vamos para a ‘Baía da Traição’, pois lá os indígenas cozinharam as carnes e beberam o sangue de nossos conterrâneos”…

Não se sabe ao certo os nomes indígenas das aldeias Potiguaras, perdeu-se como várias outras manifestações culturais, no entanto a Baía da Traição conta uma lenda forte e rica, de um lugar que não cedeu fácil aos malfeitores portugueses…

Poema sem Rima de Amor, Alegria e Paz…

São muitas cidades, São muitos lugares… quem estamos visitando, e quem nos visitou… está dentro da alma, está dentro da carne… segue a sua vista, segue a sua vida…

Falar de coisas importantes, discutir positivamente e se bloquear daquilo que não é seu… um mantra pode ajudar, uma lição de cada vez, cada palavra colocada, escreve e lê por vocês…

Pessoas e vibes, lugares e sentimentos, incrível como tem gente que ainda não entendeu, em um mundo tão diversificado, o seu certo não é o meu…

Faça suas escolhas e olhe para o lado, se o que vê te agrada, elogie, admire e continue seu trabalho…

Há de ser com carinho, e se usarem canhões, como na musica já tanto cantada, transformada em um hino de quem faz, flores surgirão espalhando uma onda de amor e paz…

Muitas informações e um filtro gigante é necessário, vamos correndo pelo mundo, pés descalços nas areias, sorrisos e alegrias, estou sempre escrevendo o que pode parecer bobo e ingênuo, e estão ali dentro do meu imaginário…

%d blogueiros gostam disto: