Suruba!

não force a mente ou se obrigue a alguma coisa se não está num dia bom para tal… seria uma frase perfeita se tivesse sido escrita pelo Velho Safado… no entanto foi escrita por alguém que só gostava de sua sinceridade, afinal, se vai causar algum tipo de “incomodo”, criar pensamentos e diálogos, que seja para os leitores se colocarem em posição de pensamento, que nem a grande estátua O Pensador de Rodin…

haviam mil pensamentos rodando sua mente como sempre, o foco era uma entidade quase etérea, sem escrúpulos e com um ardil de sugestões que levavam a uma vida de ficar… só… pensando… pensando… em fazer… mas fazer o que? qual era esse grande incomodo, por que carregar isso, sendo que na terapia já tinha ouvido diversas vezes… “faça às vezes por fazer, para se sentir bem consigo mesmo”… talvez aquela ideia de utilidade incrustradas em nossas peles de que precisamos ser úteis se não para si, para a comunidade… muitos pensamentos individualistas considerados como egoístas e nenhum resultado positivo, afinal, na própria terapia, se você está bem, refletirá o bem para essa comunidade…

foi mais um conto que começou e rumou para outros ares e ideias, cutucando a si próprio por ouvir dos outros que a “procrastinação”, e os vídeos infinitos de gurus no Youtube dizendo como levar uma boa vida, para seguir regras e afins, efeitos milagrosos de sua mente que pensa apenas no bem geral… será que funciona? teríamos menos guerras, menos ataques racistas e misóginos, menos acontecimentos ruins virando notícia com a falácia de que o que se torna notícia popular é algo desastroso, e fofocas sobre quem está transando com quem no mundo das celebridades artísticas…

gostaria de ter escrito um conto com muita putaria na verdade… teria sido menos estressante de pensar e deixaria talvez esse foco em algo que realmente dá prazer para todas as pessoas que participam, quando aquela “mistureba” de gente de cores diferentes em suas peles, rolando beijos e línguas molhadas tão molhadas quanto os suores trocados por paus e cabelos… cabelos lisos e cabelos crespos, olhos fixos em bucetas e peitos, corpos femininos, corpos masculinos e corpos transexuais com paus e peitos também… e muito, muito sexo… teria sido mais polêmico, mais instigante, teria feito seus pensamentos voarem, ou teria um foco danado, por que quando todas aquelas pessoas estavam entregando seus corpos aos prazeres carnais, haveriam gurus vegetarianos se achando superiores por que meditam e comem apenas duas vezes ao dia, haveriam pessoas que iriam te criticar só por que… sim… e tudo o que você queria, depois de tanta loucura, era sim, participar daquela…

Autor: pericles

Uma pessoa apaixonada por artes em todos seus âmbitos, um artista, um professor, um escritor entusiasta desenhando com letras! =)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: