O Último Dia…

Já era noite quando se aproximava o momento que faria a barriga daquele cara borboletear para todos os lados. Não se sentia enjoado, porém não precisava comer… não ainda…

sabemos das loucuras de possibilidades que a vida nos transmite, e em teoria deveria ser muito mais fácil de escolher, certo?… Bem, ele estava sentado fumando um cigarro e pensando que se queria largar para que comprara aquele maço?…

lembrou-se de sua psicóloga que dizia que somos movidos pelas necessidades constantes que nos aparecem, e precisamos fazer aquela escolha, para qual lado ir, e em alguns momentos isso precisa ser muito rápido…

em emoção, o que em tese é fácil se torna uma verdadeira bagunça mental, onde acontecem tantas possibilidades para a vida, vivê-la sabem? ele estava diante do mar, acostumando seus ouvidos aos barulhos de onde estaria morando no próximo mês, e pensou com calma…

o lugar que estamos é o que escolhemos ficar confortáveis, isso vai funcionar se for um local onde você pode chamar de “casa”, pelo menos por um tempo… sua nova casa é na praia, e adivinhem, uma sensação de liberdade que dá medo sim, mas dá um tesão danado também!

Autor: pericles

Uma pessoa apaixonada por artes em todos seus âmbitos, um artista, um professor, um escritor entusiasta desenhando com letras! =)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s